Roda de Conversa de Profundanças no IF Baiano Uruçuca

Posted by on set 25, 2019 in Notícias | No Comments

IF BAIANO URUÇUCA RECEBE RODA DE CONVERSA DO PROJETO PROFUNDANÇAS


A circulação da antologia Profundanças 3 teve início com o Sarau Profundanças, na 13ª edição do IC – Encontro Internacional de Artes, em Salvador/BA, e segue sua agenda, começando pelo evento promovido pelo GENI – Núcleo de Estudos de Gênero e Sexualidade, do IF Baiano, Campus Uruçuca, Bahia.

No dia 30 de setembro de 2019, às 13h30min, ocorrerá a 1ª Roda de Conversa Mulheres em Profundanças. O evento promovido, pelo GENI – Núcleo de Estudos de Gênero e Sexualidade, do IF Baiano, Campus Uruçuca, na Bahia, contará com a presença das escritoras Tereza Sá, Daniela Galdino e das fotógrafes Nátali Yamas e Tacila Mendes, que fazem parte da coletânea Profundanças 3. Na ocasião, serão discutidos  temas como: representatividade de mulheres nas artes, combate ao racismo e à invisibilidade da escrita de mulheres, dentre outros.

Com importância crucial ao diálogo necessário entre escritoras, fotógrafes  e público, a roda de conversa coopera para a difusão de Profundanças, bem como das temáticas abordadas na coletânea, ampliando seu debate. Após esta primeira roda de conversa, o projeto seguirá sua agenda, promovendo encontros em outras cidades, como Salvador e Recife e outras cidades baianas e pernambucanas, até o início do ano de 2020.

Em sua terceira edição, Profundanças homenageia Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro brutalmente assassinada em 2018, e Nátali Yamas, jovem fotógrafa negra com forte atuação em Itacaré/BA, que assina as imagens da capa e das páginas de transição. Entendido como “guerrilha literária”, o projeto independente, colaborativo e sem fins lucrativos, organizado pela professora doutora, poeta e performer Daniela Galdino, em parceria com a Voo Audiovisual, reúne poemas, contos, ensaios fotográficos e está disponível para download gratuito no site http://vooaudiovisual.com.br/projects/profundancas3/

Criado na Bahia em 2014, o projeto já realizou o mapeamento de escritoras inéditas ou com baixa inserção no contexto editorial, chegando ao número de 51 autoras mapeadas e publicadas. A terceira edição da coletânea é composta por textos literários de 22 escritoras da Bahia, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e São Paulo, cujas imagens foram captadas por 22 fotógrafes, a antologia literária e fotográfica visa confluir os diversos olhares através da horizontalidade, dos fluxos e dos encontros entre mulheres, que escrevem a partir dos seus lugares de diferenças.

 

Serviço:

O que: 1ª Roda de Conversa Mulheres em Profundanças – Profundanças 3

Onde: GENI – Núcleo de Estudos de Gênero e Sexualidade, do IF Baiano, Campus Uruçuca, na Bahia.

Quando: 30 de setembro de 2019.

Hora: 13h30min.

Transmissão online: no facebook @profundancas e no Instagram @profundancas_antologia

 

Bio das participantes da 1ª Roda de Conversa Mulheres em Profundanças:

Escritoras

Tereza Sá (BA), mulher negra, Ilheense, filha de Tereza Soares de Sá, que afirmava não ter “alisado o banco das Ciências”, mas dotada de profunda sabedoria, e Eléus Leonardo de Sá, professor de Esperanto, dos quais herdou a coragem de encarar a vida e a paixão pela poesia. Professora, militante do Movimento Negro Unificado, Poeta e Atriz. Graduada em Letras/Espanhol e Pedagogia (UESC). Especialista em Leitura e Produção Textual e Educação e Relações Étnicoraciais (UESC). Mestranda em Ensino e Relações ÉtnicoRaciais (UFSB). Participou do concurso de poesia da Revista Brasília, que lhe rendeu o prêmio da categoria “ destaque” e a publicação coletiva no livro Valores Literários do Brasil, Volume XV(1992). O sonho é seu maior patrimônio.

Daniela Galdino (BA) Poeta, Performer, Produtora Cultural. Publicou “Espaço Visceral” (Ed. Segundo Selo, 2018), “Inúmera/Innumerous” (edição bilíngue, tradução Brisa Aziz, Ed. Mondrongo, 2017), “Inúmera” (1ª ed., 2011, 2ª ed, 2013, Ed. Mondrongo). Participa de diversas antologias literárias, dentre elas “Mulheres, Poetas & Baianas” (Ed. Caramurê, 2018) e “Cartografias/Mapa da Palavra_BA” (FUNCEB, 2016). Idealizadora e Organizadora de Profundanças. Como performer, já atuou no cinema. Tem participado, como escritora convidada, de eventos de grande porte, tais como Flipelô (2018), Festival de Inverno de Garanhuns (2018), FLICA (2017).

Fotógrafes

Nátali Yamas (BA) é itacareense, filha das folhas e das águas, uma jovem mulher negra que (r)existe através das artes. Bacharela em Comunicação Social (UESC), atua como fotógrafa e produtora audiovisual independente, empreendedora autônoma na Yamas Fotografia (@yamas. foto), visa com o seu trabalho o fortalecimento da identidade e representatividade, reconstruindo narrativas visuais sobre seu povo, sobretudo, sobre as mulheres negras.

Tacila Mendes (BA). Concebida no antológico carnaval de 1985 e nascida escorpiana, é filha das águas de Ilhéus. Formou-se em Rádio e TV pela UESC, onde também fez especialização em Audiovisual e em Gestão Cultural. Há dez anos respeitou um insistente chamado interno para atuar na divulgação de uma narrativa positiva para a Cultura e para as áreas sociais na sua região. Assim, desde 2009 vem trabalhando em assessoria de comunicação e no marketing cultural de diversos projetos socioculturais. Atuou na Ascom da SECULT Bahia, em Salvador, e hoje é gerente de Comunicação do Instituto Nossa Ilhéus. Embrenhou-se pela música e nela atua como cantora no grupo Mulheres em Domínio Público, mas também compõe para projetos particulares. Inventou um curso de fotografia para iniciantes (Mão na Máquina).

Comentários