Notícia

Cinema de Amor ganha 3 prêmios no Panorama Coisa de Cinema

Cinema de Amor, novo longa da Voo Audiovisual filmado com celular, recebeu três prêmios na Competitiva Baiana do XV Panorama Internacional Coisa de Cinema, em Salvador-BA.

  • Melhor Longa – Júri APC
  • Melhor Longa – Júri Jovem (Troféu João Carlos Sampaio)
  • Melhor Longa – Júri Oficial

XV Panorama Internacional Coisa de Cinema

A XV edição do Panorama Internacional Coisa de Cinema exibiu, durante 08 dias, 130 filmes, entre longas e curtas-metragens produzidos no Brasil e em outros países. O evento, que terminou na noite de quarta-feira (06), homenageou Glauber Rocha e seu cinema questionador, com programação nas cidades de Salvador e Cachoeira (BA). As obras selecionadas para o festival foram exibidas nas modalidades nacional, baiana e internacional. Cinema de Amor foi selecionado para a Mostra Competitiva Baiana.

Veja como foi a estreia no Panorama

Definido pelos diretores como um “selfiementary”, uma espécie de documentário feito com o celular, Cinema de Amor, de Edson Bastos e Henrique Filho, retrata o cotidiano dos cineastas que são um casal homoafetivo, juntos há mais de 10 anos e casados há 03 anos. Os cineastas registraram a rotina do casal entre os meses de fevereiro e julho de 2019, apresentando as dificuldades de viver de cinema no Brasil atual, que censura filmes e projetos com temáticas LGBTQI+. 

“Fizemos de forma despretensiosa, mas com muito amor. E esse amor atingiu em cheio muitos corações e reverberou. É um filme resposta para dizer ao sistema que nós não seremos interrompidas”, declarou o diretor Edson Bastos. O cineasta Henrique Filho afirmou: “Estamos transbordando amor depois de tantos comentários carinhosos que recebemos. Vida longa à Cinema de Amor. E muito obrigado ao Panorama pelo acolhimento.”

JUSTIFICIATIVAS JÚRIS

Júri Oficial

“Um casal declara sua paixão um pelo outro e pelo cinema. Uma carta de amor que tira sua força da coragem de compartilhar a intimidade e afirmar sua identidade homoafetiva e artística, utilizando um cinema afetivo como ferramenta contra tempos sombrios. O Prêmio de melhor longa-metragem baiano vai para Cinema de Amor, de Edson Bastos e Henrique Filho.”

Júri APC

Pela boa utilização das técnicas de narrativa construindo um link com a atual situação do país que dialoga com a classe artística, a causa lgbt+ e política trabalhando a linguagem audiovisual com criatividade através de poucos recursos, mas com apuro estético e ainda falar de amor com coragem de se expor em tela de maneira tão verdadeira, o Júri APC da Mostra Competitiva Baiana do XV Panorama Internacional Coisa de Cinema  ele “Cinema de Amor” de Edson Bastos e Henrique Filho como melhor filme.

Júri Jovem 

“Por uma estética consciente sua proposta narrativa, ao abordar e debater temas necessários para a atual conjuntura do país. Pela forma singela como, através de sua intimidade, conciliam o amor pelo cinema, com o amor que nutrem um pelo outro. Apesar das dificuldades enfrentadas. A partir disso, pregam uma resistência do amor, seja entre pares ou pelo cinema. Nós, do Júri Jovem da Competitiva Baiana, concedemos o prêmio João Carlos Sampaio ao filme “Cinema de Amor”, dirigido por Edson Bastos e Henrique Filho.”

Veja como foi a premiação no Panorama

Longa | Documentário | Selfiementary | 70 min | 2019

Sinopse: 2019. Casal de cineastas gays tenta sobreviver em um contexto de ascensão da extrema-direita no Brasil

Ficha Técnica

Elenco: Edson Bastos e Henrique Filho

Roteiro, Direção, Fotografia, Montagem e Finalização: Henrique Filho

Argumento, Roteiro, Direção e Produção: Edson Bastos

Trilha Sonora: Ayam Ubrais Barco, Danilo Ornelas , Ismera Rock, Rafa Nessim e Rao

Gravação e mixagem da trilha: Canoa Sonora

Desenho de Som e Mixagem: Eduardo Ayrosa

Identidade Visual: Kaula Cordier – Cavalo Design

Trailer
https://www.youtube.com/embed/MvuGhsgjZ1w

postar um comentário.